União essa é a Base Para um Sindicato Mais Forte

Essas foram as palavras chaves na reunião do dia 03 de novembro entre a nova coordenação do Sista e suas seccionais. Estiveram presentes na sede do Sista, em Campo Grande, representantes do campus de Aquidauana; Bonito; Chapadão do Sul; Corumbá; Naviraí; Paranaíba e Ponta Porã.

 

Vários assuntos foram discutidos entre os representantes das seccionais e a coordenação do Sista. Os principais informes foram a situação financeira atual do Sista e os gastos com a construção do salão. ‘

Os representantes das seccionais foram orientados a informar os sindicalizados sobre informes falsos que estão circulando a respeito dos processos de “47%” e “28,86%” e que futuramente, será realizada uma Assembléia para discutir esses casos.

Outro assunto discutido foi a implementação do ponto eletrônico para os técnicos administrativos, que o ministério público está recomendando a todas as universidades federais. Por consenso de todos os presentes foi rejeitado a implantação do ponto, pois o mesmo não será cobrado aos docentes e, apesar de ter uma lei especifica, a obrigatoriedade do ponto acaba ferindo a democracia universitária.

Foi pedido para os representantes das seccionais uma pesquisa de redimensionamento dos funcionários de cada campus. Para ver a possibilidade da implantação da carga horaria de 30H para os técnicos administrativos, sem causar ônus ao funcionamento da universidade.

Um dos assuntos de maior debate foi a greve proposta pela Fasubra para o dia 10 de novembro deste ano. Alegando falta de união da categoria e a baixa adesão pela causa, a ampla maioria dos representantes das seccionais foram contra a proposta da federação. Porém propuseram um dia de paralisação com manifestação, no dia 10 de novembro, onde será produzido material informativo sobre as propostas do governo contra o servidor público e a população. A Coordenação levará a proposta para Assembléia que acontecerá dia 06 de novembro de 2017, para votação da base.

O que ficou claro para todos os presentes na reunião, foi que o sindicato só terá força com a união de todos, e que para isso deve-se, sobre tudo, ser transparente e ter uma comunicação eficaz com a base.

Por: Diana Passos

Fotos: Diana Passos/ Emídio

 

 

 

Deixe uma resposta