Assembléia aprova paralisação dia 24 de fevereiro na UFMS

Paralisao-NacionalAtendendo uma convocação da FASUBRA, os trabalhadores da UFMS decidiram pela realização de uma dia de paralisação nas universidades públicas brasileiras. O movimento nacional acontece no dia 24 de fevereiro e, na UFMS, a concentração da mobilização será em frente do Hospital Universitário.

O movimento tem quatro bandeiras de luta. São elas: Contra a PEC 395/2014 – cobrança dos cursos de especialização nas universidades; Em defesa dos Hospitais Universitários e contra a cessão dos trabalhadores estatutários à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh); Contra a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp) e as demais propostas de Previdência Complementar; e Contra a reforma da Previdência.

A decisão dos trabalhadores já está sendo informada pelo sindicato à administração central da universidade e também à superintendência do NHU/UFMS, onde uma tenda será montada em sua entrada principal. O MPF também já foi informado sobre o movimento. A concentração da paralisação em frente do HU é em função de seus trabalhadores efetivos regidos pelo RJU (Regime Jurídico Único) estrem inconformados com os desdobramentos internos causados pela adesão da universidade à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Em função do descontentamento manifestado pela categoria – que inclusive tem uma comissão criada com a participação do sindicato – a direção espera uma efetiva participação e o envolvimento direto dos trabalhadores na paralisação do dia 24.

Abaixo, o teor dos ofícios que a coordenação do SISTA/MS já enviou à Reitoria, Superintendência do NHU/UFMS e ao Ministério Público Federal (MPF).

Ofício_HU_Paralisação Ofício_Reitoria_Paralisação.Ofício_MPF_Paralisação

Deixe uma resposta